Parâmetro de Desaceleração


Um outro parâmetro importante, que auxilia o entendimento do processo de expansão é o parâmetro de desaceleração, $ q(t)$:

$\displaystyle q(t) \equiv - \frac{1}{r}\frac{1}{H^2}~{\frac {d^2 r} {dt^2} },$ (1.20)

que descreve a mudança na taxa de expansão.

Usando as equações (4), (8) e (10) obtemos:

$\displaystyle q(t) = { \frac{GM}{r^3 H^2} } = { \frac{4\pi G\rho_c(t)\Omega(t)} {3H^2} } = {\frac {\Omega(t)}{2} },$ (1.21)

Logo, o valor de $ q$, assim como o de $ \Omega$ determinam o futuro da expansão do Universo. Note que $ H$, $ \Omega$ e $ q$ são funções do tempo. Mas o fato de $ \varepsilon$ ser constante, juntamente com as equações (11) e (21), garante que se $ \Omega(t) > 1$ (ou analogamente $ q(t) > 0.5$) em um dado instante, esta condição continua satisfeita ao longo do tempo, ainda que o valor do parâmetro varie. A determinação do parâmetro de densidade (ou do parâmetro de desaceleração) do Universo em seu estágio atual contém informação sobre o desenlace da competição entre a expansão do Universo e a gravitação que tende a contê-la.


FONTE: Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS

Créditos: Kepler de Souza Oliveira Filho

© Os textos, gráficos e imagens desta página têm registro: ISBN 85-7025-540-3 (2000), ISBN 85-904457-1-2 (2004), ISBN 978-85-7861-187-3 (2013), e só podem ser copiados integralmente, incluindo o nome dos autores em cada página. Nenhum uso comercial deste material é permitido, sujeito às penalidades previstas em lei.
© Kepler de Souza Oliveira Filho & Maria de Fátima Oliveira Saraiva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s