Determinação de distâncias espectroscópicas


Uma das aplicações mais importantes do diagrama HR é a determinação de distâncias estelares. Suponha, por exemplo, que uma determinada estrela tem um espectro que indique que ela está na seqüência principal e tem tipo espectral G2. Sua luminosidade então pode ser encontrada a partir do diagrama HR, e será em torno de $ 1 L_\odot$ (M = +5). Conhecendo-se sua magnitude aparente, sua distância pode ser conhecida a partir do seu módulo de distância

$(m - M) = -5 + 5 \log d \longrightarrow d = 10^{(m-M+5)/5}$

onde (m-M) é o módulo de distância, e

m = magnitude aparente

M = magnitude absoluta

d = distância em parsecs.

Em geral, a classe espectral sozinha não é suficiente para se conhecer a luminosidade da estrela de forma única. É necessário conhecer também sua classe de luminosidade. Por exemplo, um estrela de tipo espectral G2 pode ter uma luminosidade de $ 1\, L_\odot$, se for da seqüência principal, ou de $ 10 \,L_\odot$ (M = 0), se for uma gigante, ou ainda de $ 100 \,L_\odot$ (M = -5), se for uma supergigante.

Esta maneira de se obter as distâncias das estrelas, a partir do seu tipo espectral e da sua classe de luminosidade, é chamada método das paralaxes espectroscópicas.

Seqüência Principal

Tipo (B – V)0 (U – B)0 Tef C.B. MV Massa (Massa_{Sol})
O5 -0,35 -1,15 40000 4,00 -5,8 120
B0 -0,31 -1,06 28000 2,80 -4,1 17
B5 -0,16 -0,55 15500 1,50 -1,1 6
A0 0,00 -0,02 9900 0,40 0,7 2,9
A5 0,13 0,10 8500 0,12 2,0 2,2
F0 0,27 0,07 7400 0,06 2,6 1,6
F5 0,42 0,03 6580 0,00 3,4 1,25
G0 0,58 0,05 6030 0,03 4,4 1,1
G5 0,70 0,19 5520 0,07 5,1 0,9
K0 0,89 0,47 4900 0,19 5,9 0,8
K5 1,18 1,10 4130 0,60 7,3 0,65
M0 1,45 1,18 3480 1,19 9,0 0,5
M5 1,63 1,20 2800 2,30 11,8 0,15

FONTE: Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS

Créditos: Kepler de Souza Oliveira Filho / Maria de Fátima Oliveira Saraiva

© Os textos, gráficos e imagens desta página têm registro: ISBN 85-7025-540-3 (2000), ISBN 85-904457-1-2 (2004), ISBN 978-85-7861-187-3 (2013), e só podem ser copiados integralmente, incluindo o nome dos autores em cada página. Nenhum uso comercial deste material é permitido, sujeito às penalidades previstas em lei.
© Kepler de Souza Oliveira Filho & Maria de Fátima Oliveira Saraiva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s